© 2012 . All rights reserved.

Winkler

Uma coisa leva a outra. Pesquisando mais sobre Mario Epanya, que é um trendsetter  absoluto, me deparei com um dos trabalhos magníficos dele como fotógrafo,  a “versão black” da Garota de Ipanema.

“The Ipanema Girl by Mario Epanya” é uma explosão de cores, uma releitura tropical, contemporânea, e já não era sem tempo. Nem preciso dizer o quanto me agrada tanto a composição fotográfica, que transmite a naturalidade da carioca local, confortável em seu habitat natural e sob a própria pele, quanto a escolha da modelo.

Mais adiante me deparo com o resultado de um NÃO categórico da Vogue ao fotógrafo, quando ele sugeriu, já consagradíssimo como fotógrafo, diretor de arte e make up artist, a criação de uma edição africana da revista. Aí, “só de raiva”, ele cria uma publicação digital e gratuita, concebida para a propagação da estética preta e tudo o que orbita ao redor, bem como uma referência para a contemplação dos modelos pretos, um oásis no meio do deserto das mesmas boas, mas velhas – do ponto de vista da diversidade – publicações a que estamos acostumados a ver nas bancas e revistarias: Winkler.

Um charme. Pra mim, um relicário, dentre outros tantos, da pós-modernidade. Confira.

Post a Comment

Your email is never published nor shared.

You may use these HTML tags and attributes <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>